Aqui está a minha vida...

... esta areia tão clara com desenhos de andar dedicados ao vento.

Cecília Meiréles

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Hoje assisti a algo... sem comentários.

Hoje cedo, quando fui à janela da cozinha, para estender a roupa, vi um carro de patrulha estacionado em frente da Junta de Freguesia. Dois polícias entravam e saíam da Junta, sempre falar pelos comunicadores (opá, eu não sei o nome daquelas coisas que eles usam para falar uns com os outros, mas deve ser algo parecido com comunicadores). Faziam uma pequena ronda e voltavam a entrar na Junta.

Deve estar a acontecer alguma coisa... pensei eu. Eis que chega um segundo carro de patrulha. Mais dois polícias. Juntaram-se e começaram a falar uns com os outros. Seguiram para dentro da junta e lá ficaram algum tempo. Olhei em volta, parecia tudo normal. As pessoas continuavam a entrar e a sair do edifício, como nada se passasse. Mas... num país onde não há lei nem roque, quando se vê dois carros de patrulha e quatro polícias (4, sim, eu disse 4), só pode estar a acontecer algo de muito errado.

Saem do edifício e conferenciam uma última vez. Separam-se dois a dois. Um deles mete a mão ao bolso de trás... uma pistola? Não: um bloco de papel.

Neste país, onde não há lei nem roque, quando se vê dois carros de patrulha e quatro polícias, nada de grave se passa. Estão somente a passar multas.

1 comentário:

Fê-blue bird disse...

Quatro polícias a passar multas........ena pá! tanta multa!
Depois faltam noutro lado...pois claro :(

Beijinhos

 
Designed by Susana Lopes